O Brasil tornou-se o país com a maior frota de veículos civis blindados do planeta. Em nossas ruas circulam nada menos que 120.000 carros com proteção reforçada contra a violência generalizada, um número que vem aumentando em índices maiores que o de carros comuns.

carro-blindado

carro-blindado

Enquanto a indústria automotiva amarga consequentes quedas nas vendas, as empresas de blindagem de veículos vivem uma situação oposta. Somente em 2013 a alta foi de 21%, enquanto as vendas de carros em geral caíram 1,6%. Segundo a Associação Brasileira de Blindados (Abrablin) de veículos, o principal motivo desse pequeno boom do segmento é o que todos suspeitam: a impunidade e o aumento da criminalidade, e a sensação de insegurança.

Em 2012 154 pessoas foram assassinadas por dia. Multiplique isso pelos 365 dias de um ano e você terá nada menos que 56.000 assassinatos em todo o país. Isso são números comparáveis a regiões que vivem conflitos bélicos e guerras civis. Em Gaza, desde que o clima esquentou entre o Hamas e Israel, foram registradas pouco mais de 2.000 mortes. Na Síria, onde há uma guerra civil, foram 170 mil mortes desde o início do conflito, há três anos, ou 56.000 por ano. No ranking mundial de assassinatos, ficamos em sétimo lugar.

Como a maior parte dos carros atualmente têm dispositivos anti-furto como o imobilizador e bloqueio eletrônico, é praticamente impossível levar um carro moderno estacionado na rua sem usar um caminhão ou sua própria chave. Por isso, quando alguém quer roubar um carro, é preciso sacar uma arma e apontá-la para a vítima em um estacionamento ou parada de semáforo.

vidro_blindado_teste

vidro_blindado_teste

Nesses casos, as chances da ameaça ser concretizada são grandes. Como resultado, em São Paulo metade dos roubos de carro termina com o assassinato da vítima. Não é por acaso que a maior frota de blindados seja paulista (ainda que o estado seja o mais populoso do País). A relação fica clara: quando o orçamento permite, a opção é por um carro blindado.

E nem é preciso mais desembolsar muito dinheiro para ter um carro blindado. Nos últimos anos as empresas de blindagem desenvolveram proteções para carros compactos como o Fiat Siena, o Volkswagen Voyage e o Hyundai HB20. Um modelo desses com uma blindagem básica, de nível I (resistente a disparos de revólveres .22 e .38, pode ser comprado por pouco mais de R$ 60.000.

Por outro lado, especialistas em segurança afirmam que há muita neurose a respeito de assaltos e sequestros relâmpagos e que a pessoa às vezes faz o investimento da blindagem sem sequer ser um alvo em potencial, apenas como forma de se sentir segura no trânsito. A blindagem, nesse caso, é apenas mais um obstáculo para o bandido — que por sua vez está sempre estudando a vítima e nenhum carro blindado garante proteção quando o proprietário abre a porta para descer.

Segundo os especialistas a única solução é a mais óbvia: aparelhar melhor a polícia para coibir os assaltos e roubos.

Mas como acontece em outros setores deficientes do Brasil, como a saúde pública, enquanto as soluções não chegam, quem pode garante o seu. Mesmo assim, as estatísticas só aumentam.

Para ver mais de nossas postagens, Clique Aqui. Você também pode se cadastrar em nossa newsletter ou nosso RSS Feeds.


Receba Nossas Ofertas em seu e-mail